Governo do Equador remove 700 corpos de residências de Guayaquil, foco da pandemia

Epicentro do coronavírus no país e onde os hospitais e os funerais foram afetados pela pandemia

Por AFP

 700 corpos foram retirados de residências de Guayaquil, foco da pandemia no Equador
700 corpos foram retirados de residências de Guayaquil, foco da pandemia no Equador -
Guayaquil - O governo do Equador informou neste domingo que conseguiu remover pelo menos 700 corpos de pessoas que morreram nas últimas semanas em suas casas em Guayaquil, o epicentro do coronavírus no país e onde os hospitais e os funerais foram afetados pela pandemia.

"A quantidade que coletamos, com a força-tarefa nas casas, excedeu 700 pessoas mortas", disse Jorge Wated, que lidera uma equipe de policiais e militares criada pelo Executivo diante do caos desencadeado em Guayaquil pela Covid-19, o que atrasou a transferência de corpos.

Wated não especificou as causas das mortes ocorridas.

Comentários