'Pandemia de coronavírus está longe de acabar', repete diretor da OMS

Para Tedros, para controlar o novo vírus, será necessário o desenvolvimento de uma vacina

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Diretor-geral da OMS diz que países que aceitaram orientações estão em situação melhor
Diretor-geral da OMS diz que países que aceitaram orientações estão em situação melhor -
Rio - O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, reiterou nesta segunda-feira, que a pandemia de covid-19 está "longe de acabar" e disse que, para controlar o novo vírus, será necessário o desenvolvimento de uma vacina. Segundo a entidade, atualmente, existem cerca de 100 estudos diferentes para imunização - sete deles já em fase de testes em humanos.
"O desenvolvimento de uma vacina está sendo acelerado por causa dos trabalhos anteriores que OMS e parceiros realizaram ao longo de vários anos para vacinas para outros coronavírus, incluindo Sars e Mers", disse o dirigente durante entrevista coletiva, em Genebra, na Suíça.
Tedros também agradeceu China, Portugal e Vietnã por contribuições ao Plano de Resposta e Preparação Estratégica da entidade. "Estamos gratos também aos mais de 280 mil indivíduos, empresas e fundações que contribuíram para o fundo, que já arrecadou mais de US$ 200 milhões", destacou.

Responsável por coordenar a resposta da Organização à pandemia, Maria Kerkhove ressaltou que ainda não há evidências de que pessoas curadas da covid-19 estejam totalmente imunes a uma nova infecção, mas disse que estudos estão sendo realizado nesse sentido.

Comentários