Estátua de Cristóvão Colombo é decapitada nos Estados Unidos

Movimento pedia a retirada de estátuas que são consideradas como símbolo do racismo

Por AFP

Estátua de Cristóvão Colombo é decapitada
Estátua de Cristóvão Colombo é decapitada -
Estados Unidos - Uma estátua de Cristóvão Colombo foi decapitada na noite da última terça-feira em Boston, última vítima do movimento que exige a retirada de estátuas que são consideradas como símbolo do racismo, reavivado após as manifestações depois da morte de George Floyd.

A polícia de Boston foi alertada da decapitação pouco depois da meia-noite de quarta-feira, um porta-voz da polícia à AFP. O caso está sendo investigado, e por hora não há suspeito, afirmou.
A estátua do navegador genovês que chegou a América em 1942 financiado pela Corte Espanhola está sobre um pedestal no parque Cristóvão Colombo, no coração da cidade.

Durante vários anos, era alvo de muitas polêmicas, como outras estátuas de Colombo no país e no mundo, e já havia sido pichada.

Colombo, a quem os livros escolares o apresentam como "o descobridor da América", é considerado por muitos agora como um dos responsáveis pelo genocídio dos povos indígenas, e denunciado também por ter defendido a escravidão.
Outra estátua de Colombo foi arrancada na noite desta terça-feira em Richmond, Virgínia, e arrastada até um lago, de acordo com um jornal local.

Dezenas de cidades norte-americanas substituíram a comemoração do "Dia de Colombo" em outubro - feriado nacional desde 1937 - por um dia de homenagem aos povos indígenas. Diferente de Boston e Nova York, que mantiveram a tradicional data, por concentrarem grandes comunidades de origem italiana.

Uma corredora que passava na manhã desta quarta-feira em frente a estátua decapitada disse que aprovava o gesto.

Comentários