EUA: procurador de Nova York, Geoffrey Berman é demitido a pedido de Trump

Ele é desafeto político do líder da Casa Branca

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Donald Trump
Donald Trump -
Washington - A pedido do presidente americano, Donald Trump, o procurador geral dos Estados Unidos, William Barr, anunciou na tarde deste sábado (20) a demissão do procurador de Nova York, Geoffrey Berman, desafeto político do líder da Casa Branca.

No despacho, Barr se disse "surpreso e decepcionado" com a declaração de Berman na noite de sexta-feira de que não havia pedido para deixar o cargo. "Infelizmente, com a sua declaração da noite passada, você escolheu espetáculo público em vez de serviço público", escreveu o procurador-geral. Segundo pessoas familiarizadas com o assunto, a demissão deve ser questionada na Justiça.

Berman liderava investigações sobre possíveis crimes de Rudy Giuliano, advogado do presidente Trump. O líder da minoria no Senado, o democrata Chuck Schumer chamou a demissão de "um esquema descarado de Trump e Barr para interferir em investigações.

Comentários