EUA têm novo recorde diário de casos de coronavírus, com mais de 68 mil em 24 horas

Casos surgiram particularmente no sul e oeste do país, que pressionaram pela suspensão temporária do isolamento social

Por AFP

Casos de novo coronavírus seguem crescendo nos EUA, onde uso de máscaras não é obrigatório
Casos de novo coronavírus seguem crescendo nos EUA, onde uso de máscaras não é obrigatório -
Washington - Os Estados Unidos bateram nesta quinta-feira um novo recorde de contágios diários de coronavírus, com mais de 68.000 casos, de acordo com a contagem realizada pela Universidade Johns Hopkins.
Às 20H30 locais (21H30 de Brasília), os contágios nas últimas 24 horas chegaram a 68.428 e os óbitos a 974, elevando os balanços desde o início da pandemia a 3.560.364 casos e 138.201 falecimentos, respectivamente.
Os Estados Unidos continuam sendo o país mais afetado pela pandemia no mundo em termos absolutos.
Os especialistas acreditam que nunca emergiu da primeira onda de infecções e casos ressurgiram nas últimas semanas, particularmente nos estados do sul e do oeste do país que pressionaram para suspender temporariamente as restrições.
A Flórida, que se tornou o epicentro da pandemia no país, registrou nesta quinta-feira um recorde de 156 mortes e quase 14.000 infectados.
O número total de casos no estado supera agora os 315.000, com 4.782 óbitos, segundo cifras do Departamento de Saúde local.
A Flórida é o estado que registra o maior número de casos, acima da Califórnia e Texas, que reportam cerca de 10.000.
No entanto, o governador Ron DeSantis não ordenou novos confinamentos e, diferentemente de seus colegas do Texas e da Califórnia, se nega a obrigar o uso de máscaras em espaços fechados.

Comentários