Coronavírus: jovem vai a festa sem máscara e infecta toda família; pai está na UTI

O caso aconteceu no estado norte-americano da Flórida, atual epicentro da covid-19

Por iG

A família inteira foi infectada pelo coronavírus após jovem de 21 anos sair para uma festa
A família inteira foi infectada pelo coronavírus após jovem de 21 anos sair para uma festa -
EUA - O pai de uma família da cidade de Plantation, no estado norte-americano da Flórida, atual epicentro da covid-19, foi internado na UTI de um hospital da cidade após ser infectado pelo próprio filho de 21 anos. Segundo familiares, o jovem participou de uma festa sem usar máscara e acabou contraindo o vírus.
Em entrevista para a rede de TV ABC News, Michelle Zymet, mulher de John Place, disse que o marido sofre de diabetes e está acima do peso. Por isso, fez questão de ressaltar diversas vezes para que os enteados tivessem cuidado e evitassem sair de casa para encontrar os amigos.
"Ele sempre me dizia para relaxar e que eu não ficasse preocupada porque estava fazendo tudo certo e tomando cuidado. Eu confiava que ele realmente estivesse agindo assim, mas o vírus precisa que você baixe sua guarda apenas uma vez, e foi o que aconteceu", explicou Zymet.
Sem saber que havia sido infectado, o jovem acabou contaminando todos os integrantes da família: o irmão de 14 anos, que também tem sobrepeso, a irmã de apenas seis anos e a madrasta. Porém, apenas John acabou precisando ser hospitalizado, devido aos problemas de saúde que já tinha.
Internado no último dia 29 de junho no Centro Médico Westside Regional, John precisou do auxílio de um ventilador mecânico para respiração por mais de duas semanas. Nesta quinta-feira (16), Michelle postou uma imagem do marido, informando que ele "passou do grau 10 de perigo para o 9" e que já não necessita de auxílio para respirar, mas segue monitorado de perto.
"infelizmente, os jovens não ouvem o que dizemos, eles acham que nunca acontecerá nada com eles, que estão bem. Eles não entendem que, em muito casos, os doentes são assintomáticos e carregam o vírus sem saber", afirmou ela, revelando ainda que foi muito criticada por ter divulgado a história.
"Muitos me chamaram de 'bruxa má' e me acusaram de ser uma péssima mãe por ter apontado meu enteado como o responsável pela situação de John. Porém, acho importante dar este exemplo, de que o Covid-19 pode se espalhar sem que saibamos", finalizou.


Comentários