'Vamos ter uma vacina até o fim do ano', garante Trump em comício

Presidente dos EUA também atacou a China em comício no Estado de Michigan

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump -
Washington - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a dizer que o país terá uma vacina contra a covid-19 até o fim de 2020 e afirmou que "derrotará o vírus da China". Em um comício na noite desta quinta-feira em Freeland, Michigan, o republicano criticou seu rival na disputa pela Casa Branca, Joe Biden, que também realizou um evento de campanha no Estado.
"Se Biden vencer, a China vence", repetiu Trump a seus apoiadores. O presidente americano também disse que não esquecerá que o país asiático, na opinião dele, possibilitou que a covid-19 se espalhasse. "A agenda de Joe Biden é feita na China e a minha, nos EUA", continuou Trump.
O republicano também acusou o democrata de "travar uma guerra" contra a classe média americana. Em um discurso realizado em Michigan, Biden defendeu um aumento de impostos sobre lucros de empresas americanas no exterior e incentivos fiscais especiais para a indústria doméstica, o que reverteria muitas das mudanças na lei tributária assinada em 2017 por Trump.
Ecoando o discurso de "lei e ordem" que virou um dos principais temas de sua campanha eleitoral, Trump declarou que uma vitória de Biden seria um triunfo de "anarquistas", em referência aos protestos contra o racismo que ocorrem no país desde a morte de George Floyd, um homem negro asfixiado por um policial branco em maio.

Comentários