Julgamento aconteceu nesta sexta-feira  - AFP
Julgamento aconteceu nesta sexta-feira AFP
Por AFP
Publicado 12/09/2020 10:22 | Atualizado 12/09/2020 14:28
Eslovênia - Uma eslovena de 22 anos foi condenada, nesta sexta-feira, a dois anos de prisão por cortar a mão com uma serra circular com a expectativa de receber um seguro de quase 400 mil euros (474 mil dólares), informou a agência de notícias STA. 
Seu companheiro, de 30 anos, foi condenado a três anos de prisão pelo tribunal do distrito de Liubliana por incitar a jovem a cortar a mão.

Julija Adlesic, que acabou com uma mão decepada até o punho, foi acusada de ter encenado, com três cúmplices, um acidente para receber uma indenização de 380 mil euros e de 3 mil euros por mês até ao fim da sua vida, segundo a polícia.

Um pouco antes, o grupo contratou seguros de cinco empresas diferentes.

Adlesic foi levada por seus cúmplices ao hospital sem a mão cortada, pois o grupo pretendia cobrar indenizações mais elevadas por uma invalidez permanente, explicou a polícia.

Mas as autoridades conseguiram recuperar a mão a tempo e os médicos de um hospital de Liubliana conseguiram reimplantá-la.

O salário médio na Eslovênia é de aproximadamente mil euros (1.185 dólares).