Primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte  - AFP
Primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte AFP
Por AFP
Publicado 13/10/2020 15:40 | Atualizado há 3 dias
Haia - A Holanda estará sujeita ao "confinamento parcial" a partir da quarta-feira, que inclui o fechamento de bares e restaurantes para tentar impedir um novo surto de covid-19, anunciou o primeiro-ministro Mark Rutte nesta terça-feira.
"Entramos em confinamento parcial", explicou Rutte em uma coletiva de imprensa transmitida na televisão.
Publicidade
"Isso irrita, mas é a única solução. Devemos ser mais rígidos", acrescentou.
A venda de álcool também será proibida a partir das 20h com o intuito de reduzir os contatos sociais que causam o aumento no número de casos de covid-19, afirmou Rutte, referindo-se às medidas que serão aplicadas a partir da quarta-feira.
Publicidade
As autoridades holandesas divulgaram um recorde diário de 7.393 novos casos de coronavírus. Até o final da semana passada, foram registrados 43.903 novos casos e 150 mortes.
Na Europa, a Holanda tem a terceira maior média de novos casos a cada 100.000 pessoas nos últimos 14 dias, atrás somente da República Tcheca e da Bélgica, de acordo com o Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças.