Xi Jinping, Presidente da República Popular da China - AFP
Xi Jinping, Presidente da República Popular da ChinaAFP
Por ESTADÃO CONTEÚDO
São Paulo - Líderes da China prometeram nesta quinta-feira impulsionar o Produto Interno Bruto (PIB) per capita do país para o "nível mediano de economias desenvolvidas" em 15 anos, uma ambiciosa meta que, segundo economistas, vai exigir que o patamar atual seja triplicado até 2035. A meta de PIB veio com a aprovação do 14º plano econômico de cinco anos da China, referente ao período de 2021 a 2025, e de um projeto de desenvolvimento até 2035.
O documento foi divulgado nesta quinta-feira, após o fim de uma reunião de quatro dias de líderes do Partido Comunista chinês e num ano volátil marcado pela pandemia do novo coronavírus e por confrontos geopolíticos com os EUA.
Publicidade
De modo geral, a proposta evita objetivos numéricos específicos e estabelece uma série de prioridades, incluindo o fortalecimento do consumo doméstico e da ciência e tecnologia locais, área que é mencionada 11 vezes no novo plano de cinco anos, ante quatro vezes no anterior.
A liderança chinesa disse que buscará "desenvolvimento econômico saudável e sustentável" nos próximos cinco anos, em parte impulsionando o consumo doméstico, diz o documento, que foi revelado pela agência de notícias estatal chinesa Xinhua
Publicidade
De acordo com economistas, e meta do PIB per capita para 2035 seria algo em torno de US$ 30 mil por ano, valor que está entre os níveis de 2019 de US$ 31.762 e US$ 29.614 da Coreia do Sul e da Espanha, respectivamente. Fonte: Dow Jones Newswires.