O ataque ocorre apenas três dias após o atentado na Basílica de Notre-Dame de Nice - VALERY HACHE / AFP
O ataque ocorre apenas três dias após o atentado na Basílica de Notre-Dame de NiceVALERY HACHE / AFP
Por AFP
Um padre ortodoxo de nacionalidade grega levou um tiro de espingarda de cano serrado neste sábado (31) em Lyon, cidade no sudoeste da França, por volta das 16h no horário local (15h GMT). O suposto autor do crime fugiu, disse uma fonte policial à AFP.

O padre "estava fechando sua igreja", explicou a fonte, que acrescentou que ele está em estado grave.

"Um incidente está acontecendo próximo ao setor Jean-Macé, no distrito VII de Lyon", escreveu o Ministério do Interior no Twitter.

"As forças de segurança e os serviços de emergência estão lá", acrescentou o ministério. "Evite a área e siga as instruções das autoridades".

O ataque ocorre apenas três dias após o atentado na Basílica de Notre-Dame de Nice, onde um jovem jihadista armado com uma faca assassinou três pessoas.

O governo francês permitiu que os locais de culto ficassem abertos até segunda-feira para celebrar o Dia de Todos os Santos, antes de fecharem as portas mais uma vez devido ao novo confinamento para conter a covid-19.
Após o ataque em Nice, o governo elevou o alerta antiterrorista ao nível máximo e aumentou o número de soldados destacados no país para proteger escolas e lugares de culto de 3 mil para 7 mil.

Esses militares terão ainda o apoio de 7 mil membros das forças de segurança, metade deles policiais da reserva, que a partir de segunda-feira ficarão à disposição dos prefeitos para reforçarem a segurança.