Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson frisou que "não é o fim da nossa luta nacional contra o coronavírus" - AFP
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson frisou que "não é o fim da nossa luta nacional contra o coronavírus"AFP
Por AFP
O Reino Unido registrou mais de um milhão de casos positivos de coronavírus desde o início da pandemia, com quase 22 mil novas infecções nas últimas 24 horas, de acordo com dados oficiais divulgados neste sábado.
Até o momento o país registra 1.011.660 de casos confirmados de covid-19 e 46.555 pessoas morreram nos 28 dias posteriores ao teste positivo do exame (+326 neste sábado), o maior número de vítimas fatais de um país europeu.
Publicidade
Neste contexto, o primeiro-ministro Boris Johnson, que resiste há várias semanas à pressão para impor um novo confinamento nacional, deve conceder uma entrevista coletiva neste sábado, após várias reuniões durante o dia.
Johnson comparecerá à entrevista ao lado de seus principais conselheiros científico e médico, Patrick Vallance e Chris Whitty, e segundo a imprensa inglesa eles devem anunciar um segundo confinamento de um mês, até o início de dezembro.
Publicidade
De acordo com informações que vazaram para a imprensa, todos os estabelecimentos comerciais não essenciais deveriam fechar, assim como bares e restaurantes, mas as escolas e universidades permaneceriam abertas.