Entidade solicita a vacinação destes servidores 'tão logo a mesma esteja disponível no Brasil' - Divulgação
Entidade solicita a vacinação destes servidores 'tão logo a mesma esteja disponível no Brasil'Divulgação
Por iG
Nova York - A Interpol emitiu um comunicado de alerta nesta quarta-feira (2) aos 194 países membros sobre ações do crime organizado focadas em vacinas contra a Covid-19. A organização de cooperação policial internacional alegou que há uma "potencial atividade sobre falsificação, roubo ou promoção ilegal" dos imunizantes.
"À medida que várias vacinas para a Covid-19 se aproximam da aprovação (...) será crucial garantir a segurança da cadeia de abastecimento e identificar sites ilícitos que vendem produtos falsificados na internet", afirma.
Publicidade
A Interpol alega ainda que é essencial que as autoridades se mantenham preparadas para o possível surgimento de todos os tipos de atividades criminosas. Ações que "constituem um risco significativo para a saúde e até para a vida".
Falsos testes de detecção do novo coronavírus que pode ter maior foco de vendas devido à retomada de viagens internacionais também está entre os ítens que devem estar sob supervisão segundo a Intepol.