Autoridades municipais em São Francisco votaram pela proibição de fumar tabaco dentro de apartamentos, citando preocupações com o fumo passivo
 - Samantha Maldonado/Divulgação
Autoridades municipais em São Francisco votaram pela proibição de fumar tabaco dentro de apartamentos, citando preocupações com o fumo passivo Samantha Maldonado/Divulgação
Por iG
São Francisco - Autoridades municipais de São Francisco, nos EUA, votaram - por 10 a 1 - na última terça-feira (01), para aprovar o decreto que torna São Francisco a maior cidade do país a proibir fumar dentro de apartamentos. No entanto, acender um baseado dentro de casa ainda é permitido.

A preocupação Conselho de Supervisores Municipais é com os fumantes passivos - pessoas que convivem com fumantes em ambientes fechados, ficando assim, expostas aos componentes tóxicos do tabaco. 

A proposta original buscava proibir os residentes de fumar maconha em seus apartamentos, mas os supervisores votaram pela exclusão do entorpecente depois que ativistas disseram que a lei tiraria seu único lugar para fumar sem desbedecer a lei. Segundo a lei estadual, fumar maconha em locais públicos é crime.

"Ao contrário dos fumantes de tabaco, que ainda podiam sair de seus apartamentos para ir até a rua ou fumar em outras áreas permitidas ao ar livre, os usuários de cannabis não teriam essas alternativas legais", disse o supervisor Rafael Mandelman, que redigiu a emenda para isentar a maconha.

São Francisco agora se junta a 63 cidades e condados da Califórnia com essa proibição. Aqueles contra a proibição argumentaram que ela infringia seus direitos dentro de suas casas. Apoiadores disseram que é importante proteger a saúde dos não-fumantes - especialmente os residentes de baixa renda que vivem em prédios de apartamentos densos.

A proposta de lei deve passar por uma segunda votação do conselho na próxima semana e o prefeito deve sancioná-la. Assim que isso acontecer, ela entrará em vigor 30 dias depois.