Agência Europeia de Medicamentos sofre ciberataque
 - Marcello Casal Jr. / Agência Brasil
Agência Europeia de Medicamentos sofre ciberataque Marcello Casal Jr. / Agência Brasil
Por AFP
A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês), que está estudando uma aprovação especial para várias vacinas contra a covid-19, informou nesta quarta-feira (9) ter sofrido um ciberataque.
A EMA disse que este incidente está sendo investigado, mas não esclareceu quando aconteceu exatamente, nem deu detalhes sobre o alvo específico.
Publicidade
"A EMA foi alvo de um ciberataque. A Agência lançou imediatamente uma ampla e profunda investigação, em estreita colaboração com as forças da ordem e outras entidades pertinentes", afirma um comunicado dessa agência com sede em Amsterdã.
Ainda segundo a nota, "a EMA não pode dar mais detalhes, enquanto a investigação estiver em curso. Haverá mais informação disponível em seu devido tempo".
Publicidade
A agência anunciou que tomará uma decisão sobre a aprovação condicional da vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech em uma reunião até 29 de dezembro.
A decisão sobre a vacina candidata de Moderna será tomada até 12 de janeiro.
Publicidade
O organismo regulador também estudando as vacinas desenvolvidas pelo laboratório AstraZeneca junto com a Universidade de Oxford e pela Johnson & Johnson.