Homem sobreviveu comendo caramujos - Reprodução Nine News
Homem sobreviveu comendo caramujosReprodução Nine News
Por O Dia
Rio - Um homem de 40 anos foi encontrado por dois pescadores, se equilibrando em um galho de árvore acima de um manguezal infestado por crocodilos, no norte da Austrália. Ele era foragido da polícia. As informações são do jornal The Guardian.
Publicidade
Luke Voskresensky é acusado de assalto a mão armada e foi solto sob fiança, mas desligou seu dispositivo de monitoramento eletrônico e tentou fugir. Ele ficou perdido no local por quatro dias, sobrevivendo comendo caramujos e usando suas roupas para marcar o caminho e não se perder. Seu corpo estava coberto de cortes e picadas de insetos. 
Publicidade
"Não fez muito sentido pra gente", afirmou Cam Faust, um dos pescadores que o salvou, sobre sua reação ao ouvir o relato que explicava a nudez. "Ele tinha feito um ninho na árvore e estava apenas a um metro acima da água. E havia crocodilos na água. Ele se virou bem para sobreviver", completou.
Os amigos contam que ficaram receosos em ajudar o homem, mas após refletirem sobre seu estado, o colocaram dentro do barco. "A gente achou que ele simplesmente deveria ter tido uma grande noite depois do ano novo e se perdeu fazendo alguma travessura no mato", disse Kev Joiner, o outro pescador.
Publicidade
Faust afirmou que, ao colocá-lo em seu barco, ele tirou a sua cueca e entregou ao homem, junto com uma cerveja. “Parecia que ele precisava de uma cerveja, embora estivesse muito mal”, disse.
Voskresensky está se recuperando no hospital e será novamente preso, acusado com o agravante de quebra de fiança. Faust disse que não irá mais visitá-lo após descobrir que ele mentiu.