Samuel Camargo foi indiciado pelo FBI por participar do ataque ao Congresso dos EUA - Reprodução
Samuel Camargo foi indiciado pelo FBI por participar do ataque ao Congresso dos EUAReprodução
Por O Dia
Washington - A polícia dos Estados Unidos prendeu nesta quarta-feira (20) Samuel Camargo, filho de brasileiros que vive na Flórida, pela participação dele na invasão ao prédio do Capitólio no dia 6 deste mês. Segundo o portal G1, ele foi preso por tentar impedir um policial de exercer seus deveres durante um tumulto e por desordem civil, ao entrar sem autorização em um prédio de acesso restrito, entre outras acusações. 
Camargo tem 26 anos, nasceu em Boston, no estado de Massachusetts, e hoje mora em Fort Myers, na Flórida. Ele foi identificado em uma denúncia por meio de imagens publicadas na imprensa e redes sociais. Em um dos vídeos, o homem aparece pedindo desculpas aos familiares, amigos e ao povo dos EUA por suas "ações no Capitólio" horas depois da invasão. No entanto, segundo a apuração do jornal Folha de S. Paulo, ele não se mostrou arrependido nos bastidores.
Publicidade
No entendimento do FBI, Camargo cometeu ao menos quatro crimes durante os protestos. De acordo com a denúncia da agência federal, o acusado responderá por obstruir o trabalho de agentes das forças de segurança; por entrar em local restrito sem autoridade para fazê-lo; por envolver-se conscientemente em ato de violência física contra pessoas ou propriedades em locais restritos; e por usar conduta desordenada ou perturbadora para interromper uma sessão do Congresso — no caso, a certificação da vitória do presidente eleito dos EUA, Joe Biden.
*Com informações do iG