Vacina da Pfizer - AFP
Vacina da PfizerAFP
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Washington - O ritmo de vacinação contra covid-19 nos Estados Unidos é mais rápido do que em qualquer país no mundo, segundo informa a Bloomberg. Com base em levantamento próprio, o Bloomberg Vaccine Tracker, o site informa que na tarde desta segunda-feira, 26,5 milhões de americanos haviam recebido uma ou ambas as doses das vacinas atuais. De acordo com os números, mais americanos foram vacinados no país do que testaram positivo para covid-19 desde o início da pandemia, que segundo a universidade americana Johns Hopkins, são 26.322.212 pessoas.
Enquanto isso, no Japão, o governo estendeu o estado de emergência que cobre Tóquio e outras regiões por um mês até 7 de março, segundo informa o jornal Kyodo News, já que os hospitais continuam sob pressão. Yasutoshi Nishimura, o ministro responsável pela resposta do governo à pandemia, disse que o estado de emergência pode ser suspenso antes de 7 de março nas prefeituras onde a situação melhorar significativamente.
Publicidade
Nas últimas 24 horas no Japão, foram identificadas 2.108 novos casos de covid-19 e 72 mortes, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o total de casos no país é de 391.626 contaminações e 5.794 mortes.
Áustria
Publicidade
Na contramão, a Áustria pretende relaxar o bloqueio na próxima semana, apesar de estar "longe do cenário ideal", conforme informa a CNN. O relaxamento das medidas começará a partir de 8 de fevereiro, anunciou o chanceler Sebastian Kurz, com escolas, museus e lojas programados para reabrir. A flexibilização das restrições está sendo realizada embora "estejamos muito distantes de nosso cenário ideal de uma média de 50 novos casos em sete dias", disse Kurz em entrevista coletiva. O país registra, até hoje, 410.985 casos registrados de covid-19, e 7.653 mortes, segundo levantamento da OMS.