Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau
Primeiro-ministro do Canadá, Justin TrudeauDivulgação
Por AFP
Montreal - O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, exortou nesta segunda-feira (15) os cidadãos a aceitarem a vacina da AstraZeneca, depois que vários países suspenderam sua administração por medo de efeitos colaterais, incluindo coágulos sanguíneos.

"Nossos especialistas e cientistas dedicaram muito tempo para garantir que todas as vacinas aprovadas no Canadá são seguras e eficazes", disse Trudeau em entrevista coletiva em Montreal, onde visitou um centro de vacinação contra a covid-19.

"A melhor vacina a ser tomada é a primeira oferecida", disse ele. "É assim que superamos isso o mais rápido possível e com a maior segurança possível".

França, Alemanha e Itália foram os últimos países a suspender ou atrasar o uso da vacina da AstraZeneca, apesar de o laboratório que a produz e a Organização Mundial de Saúde insistirem que não há risco.