Vídeo: jornalista do Equador chora ao relatar consequências do coronavírus no país

O país tem 2.758 casos confirmados e 98 mortes

Por iG

Repórter do Equador
Repórter do Equador -

Quito - Recentemente, o repórter Carlos Julio Gurumendi, contratado da RTS, viralizou na internet ao cair em prantos durante a cobertura da pandemia de Covid-19 - doença causada pelo novo coronavírus - no Equador. 

De máscara, luvas e um traje especial, o repórter iria abordar o colapso funerário no Equador devido à Covid-19. Todavia, em pouco tempo, a voz do profissional ficou trêmula e logo ele assumiu que não conseguiria continuar: "Mil desculpas, mas não dá". Colocando as mãos no rosto, a câmera focou em uma igreja, que coincidentemente começou a tocar o sino, o que apenas deu mais dramaticidade para o ato do jornalista da RTS.

De volta ao estúdio, o apresentador tomou as rédeas da situação. "Carlos teve uma pequena dificuldade e logo estaremos de volta". Há algum tempo, o Equador chamou atenção da imprensa internacional após mais de 150 pessoas morrerem de Covid-19 dentro de casa. O governo deveria retirar os corpos, mas vídeos de cadáveres jogados nas ruas mostraram o contrário. O país tem 2.758 casos confirmados e 98 mortes. Assista ao vídeo.

 

Comentários