Por douglas.nunes

WASHINGTON - A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu de forma espetacular em abril e alcançou seu nível mais baixo desde setembro de 2008, segundo dados oficiais publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho.

A taxa de desemprego se situou em 6,3% em abril, contra 6,7% em março, enquanto a economia criou mais empregos que o previsto, alcançando 288.000 novos postos de trabalho. Os analistas estimavam uma taxa de desemprego em leve queda, a 6,6%, e a criação de 210.000 empregos diretos.

A quantidade de desempregados se estabeleceu em 9,8 milhões, após uma queda de 733.000. A geração de postos de trabalho ocorreu em vários setores, segundo o departamento de Trabalho. Por outro lado, o Departamento revisou em alta as criações de empregos em março, alcançando 203.000, contra as 192.000 estimadas anteriormente.

A taxa de participação da população economicamente ativa (que reúne as pessoas com emprego e aquelas que o buscam) retrocedeu, no entanto, 0,4%, ou seja, 806.000 pessoas, permanecendo em 62,8%. A economia americana criou em média mensal 190.000 postos de trabalho em números anuais.

A quantidade média de horas trabalhadas por semana permaneceu sem mudanças em 34,5, enquanto o salário médio de 24,41 dólares por hora também não variou.

Você pode gostar