UE aprova adesão da Lituânia ao euro em 2015

Uso da moeda única representa para Lituânia uma muralha contra a Rússia

Por douglas.nunes

BRUXELAS - A Comissão Europeia e o Banco Central Europeu aprovaram nesta quarta-feira a adesão da Lituânia ao euro a partir de janeiro de 2015, o que fará do país o 19º membro da Eurozona.

"A Lituânia cumpre agora todos os critérios de convergência", anunciou o Executivo europeu, que propõe que o país báltico "possa adotar o euro a partir de 1 de janeiro de 2015".

A decisão ainda precisa ser confirmada pelos Estados membros e depois avaliada pelos ministros das Finanças em julho. O Parlamento europeu também se pronunciará sobre o tema.

"Nossos esforços e o trabalho que fizemos foram reconhecidos", comemorou o primeiro-ministro lituano, Algirdas Butkevicius, que considera a proposta da Comissão uma etapa para "um crescimento mais rápido", assim como "uma vida melhor para todos os habitantes do país".

A adesão à moeda única representa para Lituânia uma muralha contra a Rússia e um modo de reforçar seu peso político na Europa.

A Lituânia tem três milhões de habitantes e é membro da União Europeia (UE) desde 2004. Os dois vizinhos bálticos, Estônia e Letônia, adotaram a moeda única em 2011 e em 2014 respectivamente.

"A decisão desta quarta-feira é apenas o princípio", reagiu o ministro lituano das Finanças, Rimantas Sadzius.

A adesão da Lituânia levaria a zona do euro a contar com 19 países, de um total de 28 membros da UE.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia