Por marta.valim

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu nesta quarta-feira intensificar os ataques contra o movimento islamita Hamas na Faixa de Gaza, que já matou 43 palestinos.

"Decidimos intensificar os ataques contra o Hamas e as outras organizações terroristas em Gaza", declarou Netanyahu, segundo um comunicado divulgado por seu gabinete.

"O Hamas pagará um preço alto pelos tiros contra a população civil. A segurança dos israelenses é primordial e esta operação continuará até que os disparos contra as localidades israelenses parem e a calma volte", acrescenta o texto.

Você pode gostar