Imigrantes entram em confronto com polícia na fronteira entre Grécia e Macedônia

Estima-se que 22 mil pessoas estejam no país. Há uma tentativa coordenada de limitar o fluxo de imigrantes vindos do centro da Ásia e do Oriente Médio

Por rafael.souza

Grécia - Centenas de refugiados e imigrantes tentaram forçar a passagem pela fronteira norte da Grécia nesta segunda-feira, destruindo arame farpado em protesto contra os controles mais rígidos da vizinha Macedônia, que incluem recusar a entrada de pessoas vindas do Afeganistão.

Os manifestantes conseguiram superar a barreira da polícia grega na vila de Idomeni, mas foram forçados a recuar pela polícia da Macedônia, que respondeu com gás lacrimogêneo, informou a polícia da Grécia.

Pai carrega criança nos braços durante conflito com policiais da Macedônia Reuters

Os confrontos com a polícia são um sintoma da crescente frustração entre os refugiados e imigrantes que estão em terras gregas. Estima-se que 22 mil pessoas estejam presas no país, após a Áustria e vários países do Bálcãs reforçarem suas fronteiras na semana passada, em uma tentativa coordenada de limitar o fluxo de imigrantes vindos do centro da Ásia e do Oriente Médio.

Há entre 6 mil e 8 mil imigrantes em Idomeni à espera de cruzar a fronteira, segundo a polícia e grupos de voluntários.

A polícia na Macedônia parou de permitir a entrada de afegãos neste mês, além de reforçar os controles sobre os sírios e iraquianos, segundo funcionários do próprio país e da Grécia. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia