Nenhuma das vítimas dos atentados na Bélgica estão formalmente identificadas

De acordo com a Promotoria do país, os corpos estão muito 'danificados'; para facilitar os trabalhos, as famílias estão sendo orientadas a levar pertences das possíveis vítimas

Por rafael.souza

Bruxelas, 24 mar (EFE).- A porta-voz da Promotoria da capital belga, Ine Van Wymersch, informou nesta quinta-feira que nenhum dos 31 mortos contabilizados oficialmente nos atentados de terça-feira em Bruxelas está identificado formalmente.

Porta-voz da Promotoria da capital belga%2C Ine Van WymerschReprodução

Em entrevista coletiva no Hospital Militar de Neder-Over-Heembeek, onde estão sendo recebidas as famílias das pessoas que desde os atentados não deram notícias, ela disse que a Promotoria não ofereceu os nomes porque não identificou com precisão as vítimas. Para facilitar os trabalhos, as famílias estão sendo orientadas a levar pertences das possíveis vítimas para fazer o reconhecimento.

Conforme os últimos números divulgados pela ministra de Saúde belga, Maggie de Block, 31 pessoas morreram e 300 ficaram feridas de cerca de 40 nacionalidades. Até a manhã desta quinta-feira, 150 feridos seguiam hospitalizados, sendo 61 na UTI.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia