Ex-presidenta Cristina Kirchner depõe em investigação por fraude

Argentina negou ter feito qualquer coisa errada e disse que podem fazê-lo 20 vezes mais, mas não podem a calar

Por clarissa.sardenberg

Argentina - A ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner se apresentou nesta quarta-feira, dia 13, diante da Justiça em meio a investigações por suspeita de fraude. Kirchner compareceu diante do juiz Claudio Bonadio para depor sobre suposta fraude em operações de venda de dólar futuro a um preço artificialmente baixo, realizadas pelo Banco Central argentino em 2015, pouco antes do final de seu mandato.

Cristina Kirchner foi chamada para depor sobre suposta fraude em operações de venda de dólar futuroEFE

Cristina negou ter feito qualquer coisa errada e disse que "podem me intimar 20 vezes mais, me colocar na cadeia, mas não podem me calar nem me fazer não dizer o que penso".

Ela criticou a política de austeridade imposta por Macri, incluindo desvalorização aguda da moeda e cortes nos subsídios de gás, energia e transportes. “Nunca vi tantas calamidades em 120 dias”, atacou

Na época, havia uma grande diferença entre o câmbio oficial do peso diante do dólar e seu preço no mercado negro. Segundo o juiz Bonadio, vender os dólares a um preço abaixo do mercado custou cerca de US$ 5,2 bilhões aos cofres argentinos.

O ex-ministro de Economia durante seu mandato, Axel Kicillof também compareceu diante da Justiça dias antes. Milhares de simpatizantes aguardaram no lado de fora do tribunal onde ocorreu o depoimento, sob forte esquema de segurança.

Muitos dos admiradores da ex-presidente passaram a noite em vigília no local. Cristina ainda está envolvida em uma investigação por suposta lavagem de dinheiro e muitos a acusam de enriquecimento ilícito enquanto esteve na Presidência.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia