Onda de calor castiga Filipinas com até 52°C de sensação térmica

Temperatura chegou perto do que é considerado um 'perigo extremo' e auotridades pediram 'muita precaução' aos cidadãos

Por clarissa.sardenberg

Filipinas - Uma onda de calor elevou a temperatura de maneira alarmante nas Filipinas e a cidade Cabanatuan, no norte do país, registrou na terça-feira 52,3°C de sensação térmica, informou nesta quarta-feira a Agência Meteorológica do país (PAGASA).

Mãe levou água para refrescar o filho na rua%2C em Manila%2C nas Filipinas%2C nesta quarta-feiraEFE

"Na segunda-feira passada registramos 51°C de sensação térmica e ontem chegou até os 52,3°", confirmou uma porta-voz da seção de Climatologia da PAGASA, Thelma Cinco.

A agência precisou que o grau de calor registrado em Cabanatuan se situou muito perto dos 54°, que é considerado um "perigo extremo", por isso que pediu "muita precaução" aos cidadãos.

"Pedimos ao povo que tente não realizar atividades no exterior e, se tiver que fazer, que não seja durante muito tempo e que beba água com muita frequência", advertiu Cinco.

As temperaturas extremas foram sentidas também na segunda-feira em 14 estações meteorológicas da PAGASA de distintas zonas do país, que registraram sensações térmicas de entre 41 e 48 graus.

A PAGASA estima que a onda de calor vivida no arquipélago asiático, que em março iniciou seu período de estio, continue durante todo o mês de abril.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia