Ex-Miss Turquia é condenada por insultos contra presidente do país

Jovem compartilhou trecho de revista satírica e tribunal disse que não se aplicava ao contexto de 'liberdade de expressão'

Por clarissa.sardenberg

Turquia - Uma ex-Miss Turquia foi condenada nesta terça-feira a um ano de prisão, mas com suspensão condicional da pena, por ter compartilhado em sua conta do Instagram um poema que contém insultos contra o presidente Recep Tayyip Erdogan.

Merve Buyuksarac, de 27 anos, foi coroada Miss Turquia em 2006. A Justiça a processou por ter publicado uma versão do hino nacional turco que contém insultos contra o presidente Erdogan em 2014, quando ele ainda era primeiro-ministro.

Merve Buyuksaraç foi condenada a um ano de prisão por 'insultar' presidente turcoReprodução Facebook

A jovem foi condenada por um tribunal de Istambul por "insulto a uma autoridade do Estado", mas a execução da pena foi adiada, informou a agência de notícias Dogan.

Detida por alguns dias em janeiro de 2015, a jovem admitiu na época aos investigadores que compartilhou um trecho de um texto publicado em uma revista satírica, mas afirmou que não teve a intenção de insultar o presidente.

Os advogados de Erdogan alegaram que o fato de compartilhar o poema não entrava no "contexto da liberdade de expressão" e ultrapassava "os limites da crítica" ao "humilhar" o presidente Erdogan, segundo a agência Dogan.

Os processos por ofensas a Erdogan aumentaram desde sua eleição como chefe de Estado em agosto de 2014, um sinal, de acordo com seus críticos, de uma guinada autoritária.

Quase 2 mil processos judiciais foram iniciados na Turquia contra artistas, jornalistas e outros indivíduos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia