Imigrantes protestam após policial matar jovem na Itália

Incidente ocorreu em um acampamento que recebe milhares de trabalhadores anualmente e tensão está alta na região

Por clarissa.sardenberg

Itália - Cerca de 100 imigrantes protestaram na manhã desta quinta-feira, na cidade de San Ferdinando, na Itália, após a Polícia local matar ontem um jovem de Mali, que havia esfaqueado um dos agentes de segurança.

O incidente ocorreu em um acampamento que recebe milhares de trabalhadores imigrantes anualmente para colheita de laranja e de outros produtos agrícolas em Gioia Tauro. A tensão está alta na região, mas, até o momento, não foram registrados outros episódios de violência.

Imigrantes protestam na Calábria%2C na Itália%2C depois de um deles ser morto por um policial EFE

"Não estamos aqui para fazer guerra, mas para trabalhar e poder comer. Os carabinieri deveriam colocar a paz na região e não matar", disse um imigrante de Mali ao jornal local "TGCOM 24".

O policial e um outro agente foram chamados ao campo para apaziguarem uma briga entre imigrantes na última quarta-feira.

Um dos homens tirou uma faca do bolso e atacou o oficial, que revidou. O agente, identificado como Antonio Catalano, disparou contra o estrangeiro, Sekine Triore, de 26 anos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia