Choque entre trens mata 27 na Itália

Composições batem de frente a 100 km/h em linha de mão única na Apúlia

Por felipe.martins , felipe.martins

Vagões da frente das duas composições ficaram irreconhecíveisEfe

Itália - Pelo menos 27 pessoas morreram nesta terça-feira em grave acidente ferroviário no sul da Itália. Há cerca de 50 feridos, 20 deles em estado grave. Ainda não se sabe por que dois trens se chocaram violentamente em linha de mão única na Apúlia, em área rodeada de oliveiras. Os primeiros vagões de cada composição ficaram destroçados. “Lágrimas e dor por estas vidas destroçadas e por suas famílias, mas também muita, muita raiva”, declarou o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi.

A linha era usada por estudantes, famílias e trabalhadores. O choque dos trens, que estariam a até 100 quilômetros por hora, ocorreu entre os municípios de Andria e Corato por volta das 11h30 locais (6h30, em Brasília), e a companhia estatal Ferrovie dello Stato comunicou que afetou trens da Ferrotramviaria.

O prefeito de Corato, Massimo Mazzilli, disse que o acidente “foi um desastre, como se tivesse caído um avião” ao comentar as imagens divulgadas pela imprensa. “O resgate é complicado porque isso aconteceu numa zona rural”, pontuou o porta-voz dos bombeiros, Luca Cari. Autoridades investigam duas causas para o acidente: falha humana ou defeito na sinalização.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia