Estudo descobre como tumores 'enganam' o corpo

Pesquisa que mostra como bloquear ação de 'células assassinas' no corpo será usada no combate ao câncer

Por clarissa.sardenberg

Rio - Um estudo desenvolvido por pesquisadores italianos descobriu como as células de tumores "enganam" as células saudáveis e permitem que doenças como o câncer invadam um corpo e destruam as defesas naturais.

Essa reação ocorre, justamente, quando as nossas células de defesa, que desenvolvem um papel importante no reconhecimento e na destruição de tumores ou da entrada de vírus, entram em contato com o "invasor". Nesse momento, ocorre uma desativação fundamental da defesa.

Estudo desvendou como células de tumor 'enganam' corpo para se multiplicarem Reprodução Internet

Em termos técnicos, o estudo mostrou que quando as células "killer" entram em contato com a superfície daquelas que contêm tumores ou vírus, ocorre uma inibição - classificada como um "verdadeiro interruptor" - chamada de PD1. Quando a defesa do corpo ataca essa PD1, ela "engana" as células saudáveis permitindo a infecção. Porém, os especialistas descobriram que é possível bloquear essa ação.

"Isso foi demonstrado não apenas no laboratório, mas também em pacientes afetados por alguns tumores muito frequentes, como o melanoma e os tumores pulmonares, graças ao uso de um anticorpo mononuclear específico para o PD1", disse a doutora da Universidade de Gênova, Emanuela Marcenaro.

De acordo com os investigadores, a descoberta pode evitar, no futuro, o desenvolvimento tanto dos tumores já citados, como os de ovário e aqueles que acometem crianças. O estudo foi realizado no hospital pediátrico Menino Jesus, de Roma, e foi conduzido em parceria com o departamento de Medicina Experimental da Universidade de Gênova. A investigação foi publicada na revista científica "Journal of Allergy and Clinical Immunology".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia