Soldado muda de sexo e vira a primeira mulher no posto do Exército britânico

Chloe Allen disse ter ficado 'aliviada' ao poder falar abertamente sobre sua situação

Por tabata.uchoa

Inglaterra - Chloe Allen entrou para as Guardas Escocesas como homem, há quatro anos. Mas iniciou tratamento de terapia hormonal no mês passado e mudou oficialmente seu nome, se tornando a primeira mulher a servir na linha de frente do Exército britânico, informou a ‘BBC’.

Soldado muda de sexo e vira a primeira mulher no posto do Exército britânicoReprodução Internet


Em julho, o então primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron autorizou, a partir de orientação do comando do Exército, que mulheres pudessem servir na linha de frente. O recrutamento irá começar no fim do ano. Mas Chloe, que teve a identidade alterada, foi informada de que poderia permanecer na infantaria, como mulher.

Em entrevista ao jornal britânico ‘The Sun’, ela disse ter ficado “aliviada” ao poder falar abertamente sobre sua situação. Chloe acreditava que seria obrigada a deixar o posto. Mas disse ter sido informada pelo RH do Exército de que poderia continuar no cargo de fuzileiro e motorista de blindado.

O Exército britânico mantém uma política específica para homens e mulheres militares transgêneros desde 1999. No ano passado, a capitã Hannah Winterbourne, que se tornou a militar transgênera com a mais alta patente no Exército britânico, falou de sua transição e também como se tornou modelo para outros militares transgêneros.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia