Papa se reunirá com outros líderes religiosos e pede a todos orações pela paz

O papa João Paulo II iniciou a tradição das orações em Assis, em 1986

Por luis.araujo

Vaticano - O papa Francisco pede às pessoas que se unam em orações para a paz nesta terça-feira, quando ele se reunirá com líderes de outras religiões na cidade de Assis. O pontífice disse a fiéis na Praça São Pedro neste domingo que "agora, mais do que nunca, nós precisamos de paz nesta guerra que está em todo lugar no mundo".

A viagem de um dia a Assis, onde nasceu o santo que o religioso argentino escolheu como seu nome ao ser apontado para o comando da Igreja Católica, inclui uma reunião com líderes das igrejas Ortodoxa e Anglicana, bem como com representantes do Islã e do Judaísmo.

Durante o encontro na terça-feira, participantes cristãos rezarão na Basílica de São Francisco, enquanto os demais farão orações em outras partes de Assis. Todos então se reunirão na basílica para um discurso do papa.

O papa João Paulo II iniciou a tradição das orações em Assis, em 1986.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia