Por bianca.lobianco

Líbia - Um avião da companhia líbia Afriqiyah Airways, com 118 passageiros a bordo, aterrissou nesta sexta-feira em Malta após ter sido desviado de seu rumo - um voo interno na Líbia - ao ser sequestrado, segundo informaram meios de comunicação do país.

Jornais locais dizem que os autores do sequestro são dois indivíduos que disseram ter uma granada e que ameaçaram explodir o avião. Eles se apresentaram como seguidores do falecido ditador líbio Muammar Kadafi. 

O avião tinha decolado de Sebha por volta das 10h local com destino a Trípoli. As fontes de segurança líbias também confirmaram que o avião tinha sido sequestrado e desviado a Malta.

O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, confirmou em um tweet que havia "uma situação de possível sequestro de um voo interno da Líbia e que tinha sido desviado a Malta".

Alguns passageiros, incluindo uma criança, conseguiram deixar o avião que está no Aeroporto Internacional de Malta. Todos desceram devagar e foram amparados por agentes de segurança. O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, informou em mensagem no Twitter que 25 mulheres saíram do avião.

Ainda não foi revelado quem está conduzindo as negociações com os sequestradores e só foi informado que Muscat e o primeiro-ministro líbio, Fayez Al-Sarraj, conversaram por telefone.


Você pode gostar