Por monica.lima
“Desde o ano passado%2C estivemos estudando as melhores marcas para este projeto"%2C diz a diretora de Novos Negócios da LC Restaurantes%2C Dâmaris de LucaDivulgação

As franquias cada vez mais encontram novos formatos e conceitos para ir onde o consumidor está. Agora, chegou a vez de fazer parceria com a cozinha industrial. Especializada em alimentação para empresas, a LC Restaurantes resolveu entrar nesse mercado e irá montar um ponto de venda fixo ou sazonal em seus clientes, levando produtos das marcas Rochinha, Casa do Pão de Queijo, Maki’s, Subway e Brasil Cacau.

“Desde o ano passado, estivemos estudando as melhores marcas para este projeto, que será colocado em prática em breve”, afirma Dâmaris de Luca, diretora de Novos Negócios da LC Restaurantes.

Com 250 unidades instaladas em todo o Brasil, a LC atende a empresas dos setores da indústria, comércio e serviços, nos segmentos de saúde, educação, varejo e hotelaria marítima, e atende a clientes como Grupo Pão de Açúcar, Petrobras, Grupo Luft, Grupo Tegma, Vigor, Clube Pinheiros, Grupo Rosset, Embraport, entre outros. Em 2013, a empresa faturou R$ 250 milhões e, para 2014, a previsão é que este número chegue a, pelo menos, R$ 300 milhões.  O faturamento na parceria com as franquias ainda não será computado esse ano. A LC também vai investir nos foodtrucks, que servirão cardápios temáticos. Em um primeiro momento, com a escolha de pratos da culinária japonesa e mexicana. Os foodtrucks serão usados em eventos itinerantes e vão seguir um cronograma para que todos os clientes possam usufruir do novo serviço.

SOLUÇÕES & OPORTUNIDADES

? O mercado de eventos fatura R$ 15 bilhões no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc). Números que despertaram o interesse de uma empresa pela expansão por franquias. A Viva Eventos quer conquistar franqueados na faixa dos 20 aos 35 anos que, obviamente, gostem de festa. O investimento inicial é de R$ 150 mil e a empresa planeja chegar a 150 unidades até 2019. Hoje, são dez, distribuídas entre Minas Gerais e Rio de Janeiro.

? O Sebrae/RJ, o Senai/RJ e o Sinduscon-Rio realizam o workshop “Impacto da Norma de Desempenho nas Edificações Habitacionais no estado do Rio de Janeiro”, dia 28, no Centro Cultural Light. O objetivo é debater a adequação das micro e pequenas empresas da construção civil às normas de desempenho da ABNT.

? De 13 a 18 de outubro, o Sebrae-SP realiza faz uma força-tarefa de atendimento às micro e pequenas empresas no estado, de olho no Natal. O objetivo é levar orientações que ajudem o segmento a alavancar as vendas na principal data para o comércio.

Mimi leva espetinhos para mais cidades

O grupo Espetinhos Mimi assinou mais nove contratos de franquia em oito cidades onde ainda não estava presente, entre elas Aracaju (SE), Goiânia (GO), Jaboticabal (SP), Piracicaba (SP) Itanhaém (SP), Teresópolis (RJ) e Balneário Camboriú (SC). A expectativa da empresa é fechar 2014 com faturamento de R$ 80,5 milhões.

São Paulo é o foco da Helado Monterrey

A Helado Monterrey, paleteria que surgiu na região Nordeste, está de olho na capital paulista e, até o final do ano, terá 25 quiosques instalados na cidade. Outros 75 serão inaugurados em estados como Ceará, Minas Gerais, Espírito Santo, Alagoas, Rio Grande do Norte, Paraíba, Rio de Janeiro, Brasília e Goiás.

Franquia de roupas ruma ao interior

A Taco, rede de vestuário com 103 franquias, planeja a entrada em cidades do interior de São Paulo e municípios de médio porte das regiões Sudeste e Sul nos próximos anos. A marca fechou mais uma vez participação na edição 2015 do Rock in Rio, onde terá um loja conceito.

Você pode gostar