Por marina.rocha

Niterói - Circularam no Facebook no último dia 17 vários posts em comemoração ao Dia Mundial do Gato. Fui me certificar da veracidade do fato. Há textos que dizem que agosto também é dedicado a esses felinos. Em alguns sites de efemérides, porém, essa data nem mencionada é. Mas, resolvi falar deles mesmo assim porque, para mim, todo dia é dia do gato.

Tenho um vira-lata o Chico, por quem morro de amores. É meu filho! Costumo dizer até que pari o Chico porque ele apareceu, há dois anos, tão miúdo na minha garagem que precisava tomar leite na mamadeira. Colocava-o no meu colo, e ele devorava o leite destruindo todos os bicos da chuquinha.

É lenda que gato preto dá azar. Não é uma fofura este da foto%3FReprodução

Mas, apesar de milhares de pessoas terem festejado o dito Dia do Gato, o bichinho, tadinho, ainda não é amado por muitos. As muitas histórias em torno dos felinos, algumas sinistras, como a que gato preto dá azar, costumam amedrontar os humanos. Outros já os acham ariscos.

Mas a médica veterinária Carolina Padovani, da Royal Canin Brasil, diz que isso não passa de lenda, que surgiu há séculos quando o gato ainda não era animal de estimação, e sua função era caçar ratos. Há registros de que o felino foi domesticado há cerca de sete mil anos.

Gatos gostam, sim, de brincar com os humanos e são carinhosos, desde que vivam num ambiente adequado ao seu comportamento.

Até mesmo na hora de comer, beber e dormir eles precisam de espaço especial. No local, é preciso também lugar para ele se esconder, ficar em posição de recuo ou retirada em caso de estresse. Se tiver tudo isso, ficará feliz e será uma ótima companhia.

Mas, em se tratando de filhote, isso vai demorar um pouco para acontecer. Nessa fase, ele passa por um período que Carolina chama de socialização. É que nas primeiras semanas de vida o gato memoriza informações, positivas e negativas, que vai levar para o resto da vida.

Outra coisa que muita gente pensa é que gato adora leite e só ingere esse alimento. Os desenhos animados não nos deixam mentir, não é?! Neles há sempre um gato tomando leite. Mas ele só deve consumido até o primeiro mês de vida e que seja leite da mãe.

E Carolina faz um alerta: se não puder ser o da gata, o dono tem que substitui-lo por outro especial para filhotes. Leite de vaca nem pensar! Ele pode causar distúrbios gastrointestinais. Deixe-o na geladeira para os humanos.

E não se espante se vir seu gato em cima de móveis ou em lugares altos da casa, além de caixas e tocas. Isso não tem nada de sinistro! Eles gostam de se esconder porque, pela natureza caçadora, gostam de brincar com objetos que estimulem o instinto. É um animal também muito observador e que precisa se sentir seguro. Por isso, prefere lugares altos, pois, dessa forma, também avalia o ambiente em que está. Espertos, não?!

Eles têm hábitos noturnos, como comer e brincar, o que também não significa que sejam estranhos. Mas nossa relação com os gatos está mudando. Ainda bem! A população de felinos cresce duas vezes mais do que a de cães no Brasil, em média 8% ao ano. O país já tem mais de 21 milhões deles.

A vida em apartamentos, horas fora de casa e a necessidade de companhia que exija cuidados mais práticos aliado ao maior conhecimento que passamos a ter sobre os gatos estão contribuindo para esse aumento. Ah, e gato preto não dá azar. Não é fofo esse da foto?

Tire sua dúvida

Júlia Rocha, Camboinhas: Como saber se meu cachorro está com febre? 

Flávia C. R. do Nascimento, veterinária: A temperatura em cães é medida com termômetro digital pelo reto. Ela varia de 38 a 39 graus em adultos. O termômetro pode ser um específico para cachorros ou o usado em humanos, desde que seja separado para o animal. Peça ao veterinário para demonstrar exatamente como medi-la.

O Rabito%2C de 3 anos%2C está precisando de um larDivulgação

Me leva?!

Oi. Sou Rabito e tenho 3 anos. Sou um típico vira-latas: levado e cheio de vida. Quer encher a sua casa de alegria? Adote-me ([email protected])

Boa ação

A protetora de animais Ana Sacramento estará no próximo sábado, das 9h às 16h, em Itaipu arrecadando rações para distribuir a outros 10 protetores da Região Oceânica. Quem quiser doar e ajudar nossos peludos é só ir ao 2M Bazar de Itaipu, na Avenida Central 1.569, loja 102. Os telefones de lá são 2709-2820 ou 1938. Atenção: ela não aceita dinheiro, apenas ração. Podem ser alimentos para cães ou gatos . Vai lá!

Glossário animal

Foi lançado pela Amazon.com.br o ‘Glossário e Webgrafia da Biotecnologia Animal’, dos pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz Silvio Valle e Ana Filipecki. Traz mais de 300 endereços eletrônicos de órgãos reguladores da biotecnologia animal no Brasil, 28 de Resoluções do Mercosul e 95 de Sociedades Protetoras dos Animais. É de rápida consulta e o acesso custa um dólar (R$ 2,86).

Para passear

Essa é para quem adora passear com o animal. A Ibiyaya criou o carrinho para Pet Jogger City Elite, ideal para lugares onde a circulação de animais é proibida. É espaçoso, tem guia de segurança para evitar acidentes, capa que impede que o animal se molhe e estofado e almofadas removíveis para lavagem.
Pode ser usado por cães e gatos. Tem 60 cm de largura e 73 de altura. Disponível nas cores verde e vermelho. Na americanas.com.br: R$ 589,90.

Você pode gostar