Por tiago.frederico

Niterói - Não é a toa que Niterói é conhecida como a cidade sorriso. E a partir da ampliação da parceria entre a Neltur e a Riotur para os jogos Olímpicos de 2016, a cidade pretende se encher ainda mais de graça para receber bem atletas e turistas. Serão novidades nas áreas do esporte, lazer, turismo e hotelaria, transporte e gastronomia. Até lá todos os bairros se preparam, afinal, para além das Olimpíadas, a terra de Araribóia ganha uma nova cara no roteiro turístico do Rio de Janeiro.

Museu de Arte Contemporânea de NiteróiDivulgação

Segundo o presidente da Neltur, José Haddad, é esperado um volume de 30% dos visitante do Rio, um estímulo para economia local. “Sem dúvida teremos um ganho econômico fantástico pelas ações que estamos gerando com o Rio de Janeiro. Niterói é hoje o sorriso mais acolhedor do Brasil”, garante.

Sendo um berço de tantos talentos e com a maior raia da Baia de Guanabara, Niterói se orgulha de incentivar o turismo esportivo. “Para os Jogos vamos convidar comitês olímpicos. A meta é ocupar toda a capacidade hoteleira que até lá será de 2.500 leitos”, planeja Haddad.

Abrigar os “motorhomes” que chegam durante os Jogos também é uma das metas previstas por Haddad. “O Rio teve problemas com isso durante a Copa do Mundo então estamos nos organizando para recebê-los aqui. Ainda não definimos o local. Mas essa iniciativa coloca Niterói no roteiro oficial do turismo nesse período”, comenta.

Teatro Popular conta com instalação preparada para o serviço turísticoDivulgação

Para o coordenador do observatório de turismo da UFF, Osiris Marques, divulgar Niterói para o mundo através de um evento como as Olimpíadas é uma oportunidade única. Ele acredita na importância da realização de eventos na cidade ao longo dos Jogos e no investimentos para uma recepção de qualidade aos turistas. “O visitante tem que se sentir atraído para voltar à cidade em outra oportunidade e hospedar-se aqui”, pontua.

Do ponto de vista de Marques, transformar Niterói em um destino turístico mais sólido pode trazer benefícios econômicos mais consistentes do que apenas um faturamento temporário.
Rogério Soares, 38, é servidor estadual e diz que melhorias são sempre bem vindas. “Não vejo muitos turistas por aqui. Colocar nossa cidade no roteiro turístico do Rio seria muito bom para todos”, comenta o Servidor.

Ele e a família aproveitam o recesso de final de ano para curtir o belo visual do fim de tarde na praia de Icaraí.

Parque da CidadeThiago Côrtes / Divulgação

Reportagem de Paola Lucas

Você pode gostar