Mais Lidas

Personagens que marcam o carnaval

Fábrica de São Gonçalo produzirá 200 mil máscaras. E adivinha? Boa parte dela com rosto de políticos

Por paola.lucas

Niterói - Mais uma vez os motores da fábrica de Dona Olga Valles estão a todo vapor. Nada menos que 200 mil itens entre fantasias e máscaras sairão dali para fazer bonito durante o Carnaval. A especialidade da Condal, que fica em São Gonçalo, são as máscaras, principalmente as que imitam políticos, já tradicionais nas ruas de todo o país.

Olga Valles%2C dona da fábrica%2C diz que a produção das máscaras não é tão lucrativa%2C mas é uma tradição que ajuda a entender a política do paísDeisi Rezende

A novidade que está roubando a cena este ano é o rosto do agente da Polícia Federal, Newton Ishii, o ‘Japonês’, que ficou conhecido por estar sempre presente nas prisões da Operação Lava Jato. Ao lado dele, a aposta é que as máscaras da presidente Dilma e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, sejam as mais vendidas.

Olga diz que a produção está mais devagar: em 2015 a empresa vendeu 350 mil produtos, 42% a mais que o previsto para este ano. Em 2014 chegaram a vender 15 mil máscaras somente do Joaquim Barbosa, já agora se venderem 3 mil de cada político é muito. “Além da queda que sentimos nas últimas datas por conta da crise, o Carnaval este ano é mais cedo. Os lojistas têm menos tempo para vender e nós para produzir”, disse.

Eles entregam para o Brasil todo e para outros países da Europa. Dez funcionários produzem cerca de 2 mil peças por dia. Olga explica ainda que as máscaras de políticos são feitas mais por uma questão de tradição. “Nem é tão lucrativo, mas é uma forma de explicar e questionar a política brasileira através de máscaras”, falou.

E é o maior sucesso mesmo. Dono da loja Xodó da Pretinha, no Centro de Niterói, Amyr Kauss diz que os clientes já vão atrás das máscaras. “Vendo máscara de três a 45 reais. No geral, a que mais vende é a de gorila, mas falando de política, Dilma e Cunha são as campeãs”, afirmou.

Ele é cliente antigo da Condal e, de cara, pediu um total de 600 máscaras, sendo 100 só de políticos, e o número ainda deve ser reposto. De acordo com Amyr, o movimento já começou a crescer na última semana e as vendas devem alavancar a partir de amanhã. “Apesar do momento indicar que as vendas serão menores este ano, eu acredito que tenha um crescimento”, desafiou.

A máscara da Dilma custa R$ 10. A loja fica na Rua Visconde do Uruguai 347, Centro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia