Ufa... agora ficou mais fácil planejar uma viagem com as crianças

Com garantia de áreas de lazer e até babás, Clube de Viagens Moms tem boas opções de passeios em família

Por paola.lucas

Niterói - Na hora de planejar uma viagem, seja sozinho ou com amigos, as coisas se resolvem rápido. Mas quando o pacote é família essa missão passa a ser um desafio. Hoje, com quase 20 mil participantes no Facebook, o Clube de Viagens Moms ganhou uma loja em Icaraí e é parada obrigatória para quem pretende uma viagem com os pequenos.

Miriam tem vasta experiência de viagens que fez com a própria famíliaarquivo pessoal

O que há dois anos começou apenas como um espaço para troca de experiências, se tornou um grande negócio para a publicitária e fundadora do clube, Miriam Vargas.

“Decidi no final do ano passado, na contramão da crise e sendo chamada de louca, abrir uma loja física para oferecer mais qualidade e opções às famílias que me procuravam em busca de dicas de hotéis e locais para aproveitar com os filhos”, explica.

E não é que a ideia deu certo?! Para facilitar o roteiro da turminha de viajantes, Miriam inaugurou a primeira agência especializada em turismo familiar do Brasil, o Clube de Viagens Moms.

Em um ambiente especialmente decorado, Miriam oferece mais do que pacotes de viagens. Com sua experiência em passeios com os dois filhos e marido, ela presta consultorias e busca as melhores oportunidades de acordo com o perfil e com as necessidades de cada cliente. “Diversão sem frustrações”, ela garante.

“Quando se viaja com crianças é importante escolher um local que ofereça área de recreação, bibliotecas e uma cozinha disponível 24h para preparar uma papinha ou esquentar o leite”, descreve Miriam.

Uma viagem pelo Clube Moms varia de R$ 1,2 mil à R$ 2 mil para resorts nacionais e que tenham perfil kids friendly, ou seja, que também pensam no bem estar dos pequenos. 

Por ser uma agência bastante ativa, Miriam garante vantagens aos seus clientes. Os mimos variam entre melhores tarifas, cortesias e até festas já organizou para grupos de famílias que fecharam com ela.
“Ainda consigo viajar com a minha família e com os grupos que me procuram. Tornam-se amigos”, diz.

Reportagem de Paola Lucas


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia