O advogado morreu na noite de terça-feira no Hospital Icaraí - Arquivo Pessoal
O advogado morreu na noite de terça-feira no Hospital IcaraíArquivo Pessoal
Por Irma Lasmar
Niterói - Deu positivo o teste para coronavírus do idoso que morreu na terça-feira à noite no Hospital Icaraí com os sintomas da doença. A informação é da Fundação Municipal de Saúde (FMS) que monitorava o caso. As autoridades de saúde locais aguardam agora a contraprova testada na rede pública, cujo resultado tem previsão para sair ainda nesta semana. Com este resultado preliminar, o óbito em Niterói é o segundo do estado do Rio de Janeiro. Também hoje saíram os exames que confirmaram a morte por Covid-19, na terça à tarde, de uma mulher de 63 anos na cidade fluminense de Miguel Pereira.
O advogado Paulo Figueiredo tinha 69 anos e era hipertenso e diabético. A idade avançada e as doenças preexistentes o enquadravam no grupo de risco. Ele deu entrada no domingo apresentando tosse, febre e dificuldade de respirar - sintomas principais do novo vírus. Na sexta-feira 13, havia ido ao Aeroporto do Galeão buscar o enteado que desembarcava de um voo vindo de Nova Iorque, Estados Unidos, já testado positivo desde o dia 11. O boletim médico emitido pelo Hospital Icaraí informou na própria terça que o óbito se deveu a choque séptico e pneumonia. Antes, o estado de forte gripe havia evoluído para insuficiência respiratória aguda, o que requereu entubação orotraqueal e ventilação mecânica. A esposa do advogado também está internada no mesmo hospital, localizado na Avenida Marquês do Paraná, apresentando sintomas do coronavírus. Ela aguarda o resultado dos próprios exames, mas seu quadro é estável.
Publicidade
Até este momento (19/03, 12h), o município possui outros seis casos confirmados da doença. Todos os pacientes realizaram viagem ao exterior ou tiveram contato com os viajantes, e estão sendo acompanhados pela FMS em isolamento domiciliar. São 102 casos sendo investigados; outras 71 suspeitas já foram descartadas.