Negócio autossustentável faz relação agricultor-consumidor não sucumbir à crise

Três empresários criam projeto que leva alimento do produtor rural à mesa do consumidor sem intermediação, aproximando as partes

Por Irma Lasmar

O Jaeé Market, para os sócios, não é o ganha-pão: lucro é revertido para impulsionar o próprio negócio
O Jaeé Market, para os sócios, não é o ganha-pão: lucro é revertido para impulsionar o próprio negócio -
Niterói - A iniciativa de três empresários cariocas atravessou a ponte e faz sucesso. Desde o início da pandemia, Wanderley Abreu Jr., Fred Weissmann e Dudu Menor ajudam a estreitar a relação entre os pequenos produtores rurais do interior do estado do Rio e o consumidor final, através da comercialização de cestas com a quantidade exata de legumes, frutas e verduras indicada por nutricionistas para o consumo por pessoa em uma semana. 
Mas não é só pela qualidade dos produtos ou pelo preço barateado na aquisição direta com o produtor que este novo negócio, chamado Jaeé Market, vem sendo visto com bons olhos pelo público. O projeto também conta com a possibilidade de fazer filantropia de modo rápido e eficaz. O consumidor pode encomendar cestas também para doação a cinco projetos sociais diferentes previamente cadastrados e listados. A equipe se encarrega da entrega sem ônus extra a nenhuma das partes envolvidas. Neste período, já foram doadas mais de duas toneladas de alimentos, adquiridas por consumidores regulares do serviço.
“Os produtos são agroecológicos, o que significa que os produtores fazem o manejo de forma sustentável. Do plantio até a colheita, são usadas técnicas que não prejudicam a natureza. Tudo pensando nas pessoas e no meio ambiente. E com todo o cuidado para que o risco de contaminação por coronavírus seja mínimo”, garante Wanderley, que é empresário do segmento da tecnologia, enquanto os sócios são do ramo alimentício. Dudu também é promotor de eventos.
O Jaeé Market, para os três empresários, não é o ganha-pão: o lucro é revertido para impulsionar o próprio negócio e não deixar que nem agricultores nem consumidores sucumbam à crise econômica do momento. As cestas são encomendadas pelo site https://jaeemkt.com.br/. 

Comentários