A coordenação e operacionalização do benefício emergencial está sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos - Divulgação / Prefeitura de Niterói
A coordenação e operacionalização do benefício emergencial está sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos HumanosDivulgação / Prefeitura de Niterói
Por O Dia
Niterói – Na próxima semana, entre os dias 27 e 31, as famílias em vulnerabilidade social que não retiraram suas cestas básicas no início do mês terão uma nova oportunidade. Os beneficiários terão que comparecer à Cidade da Ordem Pública, sede da Guarda Municipal, no bairro do Barreto, entre 10h e 16h, munidos dos documentos de identidade e CPF. A Prefeitura informa que já entregou mais de seis mil cestas básicas àqueles que não se enquadram em nenhum dos programas de mitigação dos efeitos da pandemia do novo coronavírus. Ao todo, serão beneficiadas 8.603 famílias cadastradas. O objetivo, segundo o prefeito Rodrigo Neves, é garantir a segurança alimentar de todos os cidadãos vulneráveis da cidade. A coordenação e operacionalização do benefício emergencial está sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.
“Para inclusão no benefício da cesta básica de alimentos, foram priorizadas famílias em situação de risco de desnutrição, informadas pelas equipes do Programa Médico de Família e postos de saúde municipais, e famílias que se encontram em situação de risco social por desemprego e que, momentaneamente, não consigam suprir as necessidades básicas de alimentação”, contou a secretária municipal de Assistência Social, Flávia Mariano.
Publicidade
 Quem estava agendado para buscar a cesta no Canto do Rio e perdeu o prazo, deve buscá-la na segunda (27) ou terça (28), na Cidade da Ordem Pública. Já quem estava marcado para o Colégio Portugal Neves, deverá fazer a retirada na quarta (29) ou quinta (30). Na sexta-feira (31), apenas os que estavam agendados para o Horto do Barreto. A divisão é feita para evitar aglomeração. É importante conferir na lista pelo nome do beneficiário o local para o qual estava agendado e respeitar o dia da entrega, acessando o link pgm.niteroi.rj.gov.br/downloads/cesta-basica-julho.pdf .
Caso o beneficiário não possa comparecer ao local da entrega nos dias estabelecidos, deverá ir até o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo para preencher uma procuração autorizando que alguém da família vá no dia da entrega retirar a cesta básica em seu nome. O benefício será entregue por mais dois meses, podendo ser prorrogado caso a condição de calamidade pública em razão da pandemia permaneça. Não têm direito às cestas as famílias que já tenham recebido os cartões de programas como o de Renda Básica Temporária (RBT) Fase 1 (Cadastro Único) e Fase 2 (Educação), Busca Ativa, auxílio financeiro temporário aos microempreendedores individuais (MEI) ou quaisquer outros. Também não poderá receber quem possua membro da família que seja servidor público (incluindo o inativo, contratado ou com qualquer outro vínculo com a administração direta ou indireta de qualquer ente federativo) ou pensionista de servidor público.