Além do serviço de limpeza, a Clin realiza um trabalho de educação ambiental com os moradores das comunidades - Foto Douglas Macedo
Além do serviço de limpeza, a Clin realiza um trabalho de educação ambiental com os moradores das comunidadesFoto Douglas Macedo
Por O Dia
Niterói - A Companhia de Limpeza de Niterói (Clin) intensificou, nos últimos anos, o trabalho de limpeza de encostas nas comunidades da cidade. No período de julho a setembro deste ano, foram retiradas aproximadamente 120 toneladas de resíduos sólidos das encostas das comunidades da Igrejinha (Viradouro), Caramujo (Fonseca), Peixe Galo (Charitas), Morro do Holofote (São Lourenço), Cavalão (Icaraí), Preventório (Charitas) e Morro do Serrão (Cubango). A média, por mês, tem sido de 40 toneladas desde que foram implantados mais pontos fixos de descarte de resíduos nestas áreas. Em setembro, por exemplo, este número chegou a mais de 41 toneladas.

Além do serviço de limpeza, a Clin realiza um trabalho de educação ambiental com os moradores das comunidades. O objetivo é conscientizar a população sobre a importância do descarte correto dos resíduos. O presidente da Clin, Luiz Carlos Fróes, enfatiza que o apoio da população é fundamental.

"O descarte regular de resíduos nos locais e horários corretos é um dos principais meios de prevenção para alagamentos e deslizamentos, principalmente nos períodos de fortes chuvas", ressalta Luiz Fróes. "Nós temos uma equipe técnica muito bem preparada para este tipo de trabalho nas comunidades, principalmente nas áreas de encostas. Este serviço é necessário devido ao descarte irregular de materiais que ocorrem nessas áreas. Além de causar danos ao meio ambiente, podem ocasionar transtornos, como desmoronamentos dessas encostas", alerta.

A chefe de divisão do setor, Alba Valeria, reforça a importância da população seguir corretamente os dias e horários de coleta e, também, a utilização adequada das caçambas disponíveis nas comunidades para o descarte correto dos resíduos. Segundo o diretor de operações da Clin, Washington Maia, 136 comunidades são atendidas em Niterói com este serviço, que conta com um efetivo de 85 funcionários, além do apoio de colaboradores da Econit, nos serviços de roçadeira e varrição.

Para este trabalho nas encostas, a Clin tem, ainda, uma equipe de funcionários especializados na prática de rapel. A técnica foi instituída na Clin como ação preventiva. Considerada de risco, a atividade é feita com segurança pelos garis que, a cada dois anos, recebem uma atualização do curso de rapel oferecido pelo Corpo de Bombeiros, em parceria com a Prefeitura de Niterói. Os materiais usados pela equipe na limpeza das encostas passam por inspeção periódica e os funcionários utilizam todos os equipamentos de proteção Individual (EPIs) necessários para a ação.