Os programas Niterói Presente e Proeis são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, onde o Município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga - Imagem Divulgação
Os programas Niterói Presente e Proeis são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, onde o Município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folgaImagem Divulgação
Por O Dia
Niterói - O Observatório de Segurança da Prefeitura de Niterói divulgou na última sexta-feira (04) os dados parciais dos indicadores de criminalidade de novembro, apurados com as delegacias do município, e mais uma vez os índices apresentaram quedas expressivas em comparação com o mesmo período do ano passado. O indicador de roubo de rua, por exemplo, teve uma redução de 60,89% em relação ao ocorrido em novembro de 2019.

As áreas 77ª DP (Icaraí, Ingá, Santa Rosa) e 79ª DP (São Francisco, Charitas, Jurujuba e Pendotiba) foram as regiões com a mais expressiva redução de ocorrências de roubo de rua. Na área da 77ª DP a queda foi de 86,05% (43 em novembro de 2019 ocorrências para 6 em 2020), enquanto na área da 79ª DP a redução foi de 93,33% (de 30 ocorrências para apenas duas).

“Os números mostram que Niterói apresenta hoje o melhor resultado da região e o melhor resultado em segurança pública dos últimos 20 anos. Isso é fruto do intenso trabalho que estamos fazendo quando demos as ferramentas para unimos as forças de segurança no combate à criminalidade. Parabenizo a todos coordenadores do Plano Pacto Niterói contra a Violência e todos agentes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Niterói Presente, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal pelos resultados expressivos na redução dos índices de criminalidade em nossa cidade no mês de novembro”, comemora o prefeito Rodrigo Neves.

O indicador letalidade violenta também apresentou queda no mês de novembro, de acordo com os dados apurados pelo Observatório de Segurança. Foram 25% a menos de mortes por causas violentas na cidade em comparação com o mês de novembro de 2019. No acumulado de 2020, a redução é de 57,21%, com menos 127 mortes em Niterói em relação a 2019. Não houve vítimas de morte por intervenção de agente do estado.

“O Observatório de Segurança do município está analisando todos os dados para melhorar ainda mais o desempenho das forças integradas de segurança que atuam na cidade, incluindo o Niterói Presente, a Polícia Militar, a Guarda Municipal e o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp). O fato de mais uma vez não termos nenhuma morte por intervenção de agentes do estado mostra um alinhamento diferenciado na cidade que, com o Pacto Niterói Contra a Violência, atua também nos âmbitos jurídico e social. Estamos no caminho certo e não vamos parar”, disse o secretário do Gabinete Integrado de Segurança, Gilson Chagas.

Niterói teve em novembro mais um mês seguido de redução no roubo de veículos (-13,64%). No acumulado de 2020, a redução é de 63,89%, com 464 ocorrências entre janeiro e novembro deste ano, contra 1.285 no mesmo período de 2019. A maior redução registrada no mês de novembro foi na área da 77ª DP (Icaraí), com 75% a menos de casos em relação a novembro do ano passado.

“Os números continuam sendo muito positivos. O 12° BPM está com todas as metas do semestre no verde, dentro do nosso sistema integrado, e vamos seguir trabalhando intensamente para manter no verde em dezembro. Niterói tem um trabalho integrado que que ajuda muito a nossa missão”, ressaltou o coronel Sylvio Guerra, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar.

Investimentos – Para alcançar os resultados positivos, a Prefeitura está investindo em ferramentas que auxiliam as forças de segurança no combate à violência. Além disso, o município implementou o Pacto Niterói Contra a Violência, um plano municipal de Segurança Pública que prevê investimento de R$ 304 milhões em 18 projetos nos eixos de prevenção, policiamento e Justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada. Na atual gestão, o número de guardas passou de cerca de 300 para 714 agentes, todos concursados e que trabalham na linha de frente com ordenamentos e segurança e patrulhamento preventivo e integrado além de estarem a frente do monitoramento do Cisp.

Os programas Niterói Presente e Proeis são resultado de convênios da Prefeitura com o Governo do Estado, onde o Município paga uma gratificação para policiais militares que aceitam trabalhar nas ruas de Niterói nos dias de folga. No caso do Niterói Presente, há um efetivo fixo de policiais, alguns já reformados, e agentes civis. Os programas pagos pela prefeitura colocam em média 485 homens por dia nas ruas patrulhando a cidade. Os agentes atuam em bairros como Barreto, Icaraí, Santa Rosa, Centro, Fonseca, Charitas, São Francisco, Jurujuba e a Região Oceânica.