Cantor sertanejo é acusado de agredir a ex-mulher em Goiás

Vítima diz que ex-marido não aceita ver ela com outro homem. Artista nega agressão e afirma ter se preocupado com a filha

Por helio.almeida

O cantor sertanejo Vitor, de 25 anos, da dupla Vitor e Thiago, é acusado pela ex-mulher de agressão, que ocorreu na manhã do último domingo, no apartamento de Flávia, no Bairro Goiá, em Goiás. A autônoma Flávia Cristiane Melo de Morais, de 32 anos, disse que a violência foi causada pelo fato de ele não aceitar ela ter outro namorado com o fim do relacionamento.

Cantor nega ter dado soco%2C e sim um tapa%2C mas afirmou ter se arrependido.Divulgação

Segundo Flávia, o ex-marido, cujo nome verdadeiro é Murilo Neves, chegou no apartamento dela e foi até o quarto levar um presente para a filha, mas a menina estava dormindo em um colchão no chão, ao lado da cama da mãe.

O sertanejo percebeu que o namorado da vítima esta na casa e perguntou onde ele tinha dormido. Flávia respondeu que havia sido em seu quarto. Murilo teria dado soco no seu rosto e foi embora.

Murilo disse que deu um tapa na ex-mulher, e não um soco. O cantor nega ter agido por ciúmes e disse que a preocupação era com a filha, por já ter ouvido falar em casos de pedofilia. O cantor disse que se arrependeu.

A vítima, que ficou com hematomas no rosto, procurou a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da região noroeste (Deam2) e pediu medidas protetivas. Murilo deve ser chamado para depor nos próximos dias. Ele pode ser autuado por lesão corporal, injúria e ameaça.

Murilo e Flávia estão separados há sete meses e têm uma filha de 2 anos. A autônoma diz que esse foi o terceiro episódio de violência envolvendo o ex-companheiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia