Funcionário é suspeito de estuprar grávida na UTI de hospital em SP

Polícia procura outras vítimas e imagens do local

Por helio.almeida

São Paulo - Um funcionário do Hospital Guilherme Álvaro, em São Paulo, foi preso em flagrante após uma jovem de 22 anos denunciar ter sofrido abuso sexual do suspeito na UTI da unidade, que fica em Santos, no litoral paulista.

Fachada do hospital onde vítima está internada. No detalhe%2C foto do funcionário divulgada pela PolíciaReprodução Internet

De acordo com o depoimento, a vítima, que está grávida, estava sedada quando foi tocada. A Polícia vai analisar as imagens das câmeras de monitoramento instaladas no local para ajudar nas investigações.

Ele foi autuado por estupro de vulnerável, dada a vulnerabilidade da vítima. O suspeito já tem passagem por estupro e atentado ao pudor. Testemunhas serão ouvidas e o laudo do exame de corpo de delito é agurdado. A Delegacia de Defesa da Mulher também investiga se existem outras vítimas.

O hospital informou que está à disposição da Polícia para auxiliar no esclarecimento do caso e e que a legislação para concursos não prevê a exigência de atestados de antecedentes criminais.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia