Por helio.almeida

Rio - A reconstituição da morte do funkeiro Daniel Pellegrine, o MC Daleste, será feita pela Polícia Civil nesta quinta-feira. O cantor de 20 anos foi morto na noite do dia 6 de julho, durante uma apresentação em uma festa no bairro San Martin, em Campinas (SP).

Palco onde funkeiro foi atingido durante apresentaçãoReprodução Internet

Irão participar da atividade um desenhista, um fotógrafo, peritos e investigadores, para definir a linha de investigação a partir das trajetórias exatas dos disparos. Com as análises feitas até o momento, acredita-se que o atirador não estava entre os fãs e tenha estudado o local do show.

De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML), o artista foi atingido por dois tiros. Um dos disparos atingiu o MC de raspão, e o outro a região abdominal, pegando o estômago, o fígado e pulmão direito dele. A causa da morte foi uma anemia aguda.

Funkeiro cantava o estilo conhecido como 'ostentação'%2C exaltando o crime e os bens materiaisReprodução Internet


Você pode gostar