Delegado do caso Tayná é afastado após suspeita de tortura de acusados

Secretário de Segurança disse que medida foi necessária para estabelecer uma correção nos rumos da investigação do crime

Por helio.almeida

Paraná - O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinícius Michelotto, foi afastado do comando da corporação após denúncias de tortura dos acusados de estuprar e matar uma jovem em Curitiba. O secretário de Segurança Pública do estado, Cid Marcus Vasques, afirmou nesta terça-feira que Michelotto será substituído pelo delegado Riad Braga Farhat, que atualmente responde pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc).

Tayná Adriane da Silva%2C tinha 14 anosReprodução Internet

“Diante de uma crise que se estabeleceu em função deste fato (caso Tayná), o delegado Michelotto entendeu que o secretário de Segurança e o governador do estado tinham que ter absoluta liberdade para tomar as decisões que entendessem necessárias no sentido de estabelecer uma correção de rumos”, afirmou Vasques.

Tayná Adriane da Silva, 14 anos, foi encontrada morta em um matagal de Colombo. Quatro funcionários de um parque de diversão da cidade foram presos por serem suspeitos. A polícia chegou a afirmar que eles confessaram a autoria do crime. Mais tarde, os quatro disseram que assumiram o crime porque foram torturados.

A Justiça ordenou a prisão de 14 pessoas, incluindo um delegado, policiais e guarda municipal. Outros dois delegados foram substituidos. Agenor Salgado Filho e Silvan Rodney Pereira responsáveis pela Região Metropolitana de Curitiba, deram lugar a Jairo Estorilio e Erineu Sebastião Portes.

Quatro funcionários do parque disseram que confessaram o crime mediante tortura da políciaReprodução Internet


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia