Justiça condena homem que matou jovem confundido com punk no Paraná

Gabriel respondeu por homicídio duplamente qualificado

Por helio.almeida

Gabriel (foto) teria atacado Lucas junto com grupo de skinheadDivulgação

Paraná - A Justiça condenou um homem a 14 anos de prisão pela morte de um jovem de 18 anos em setembro de 2010. Gabriel de Oliveira Cata Preta, de 22 anos, seria skinhead e teria confundido Lucas Augusto de Carvalho como sendo membro de um grupo de punks.

Lucas foi esfaqueado por um grupo de skinheads no bairro São Francisco, em Curitiba, quando saía de um shopping com alguns amigos. Gabriel respondeu pelo crime de homicídio duplamente qualificado.

O julgamento foi realizado no Tribunal do Júri, em Curitiba, na segunda-feira e durou cerca de dez horas. A defesa dele afirmou que vai entrar com recurso para recorrer da decisão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia