Passe livre estudantil é aprovado em primeira comissão técnica da Câmara

Projeto terá que passar por mais três comissões e depois será encaminhado para o Senado

Por julia.amin

Brasília - Uma das reivindicações dos participantes das manifestações populares que tomaram as ruas de várias cidades brasileiras em junho, o passe livre estudantil foi aprovado nesta quarta-feirapela primeira comissão técnica da Câmara. Falta ser aprovado por mais três comissões. A proposta tramita em caráter conclusivo pelas comissões e, após ser aprovada, poderá ser encaminhada diretamente para apreciação do Senado.

Nesta quarta, o projeto de autoria do ex-deputado Paulo Tadeu (PT-DF), apresentado à Câmara em 2011, foi aprovado pela Comissão de Viação e Transportes, por unanimidade. Ele ainda tem que ser aprovado pelas comissões de Educação, de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça. A proposta cria o Programa Nacional do Passe Livre Estudantil para beneficiar alunos dos ensinos público e privado, com a isenção total do pagamento de transporte público coletivo.

De acordo com o projeto, o objetivo do programa é oferecer assistência financeira, em caráter suplementar, ao Distrito Federal e ao município que adotar o Passe Livre Estudantil no sistema de transporte público coletivo. O programa será instituído no âmbito do Ministério da Educação e deverá ser executado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A proposta também estabelece que o repasse dos recursos financeiros será calculado com base no número de alunos beneficiados pelo programa em cada município, observada a contrapartida do município ou do Distrito Federal.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia